Home / POLICIAL / Quadrilha de sequestros agia ‘especialmente no Bessa’, em João Pessoa

Quadrilha de sequestros agia ‘especialmente no Bessa’, em João Pessoa

Ainda há foragidos já identificados, que seriam os chefes da quadrilha

Suspeitos foram apresentados na tarde desta segunda (04) – Foto: Halan Azevedo/ Portal Correio

Em coletiva de imprensa realizada na tarde desta segunda-feira (04) na sede do Grupo de Operações Especiais (GOE-PB), na Capital, o delegado Allan Murilo Terruel apresentou sete pessoas suspeitas de formarem uma quadrilha especializada em sequestros-relâmpago durante uma operação promovida pelo Grupo de Operações Especiais da Polícia Civil (GOE) na Grande João Pessoa.

 

Na ação, um carro e várias armas de fogo foram apreendidas.

 

Na coletiva, o delegado afirmou que os suspeitos têm idades entre 18 e 42 anos e abordavam principalmente mulheres, mas que ainda há foragidos já identificados. Eles seriam os chefes da quadrilha, que é responsável por, pelo menos, quatro sequestros na Grande João Pessoa, entre eles um que ocorreu na quarta-feira (29), quando uma advogada foi feita refém junto com a filha no momento que elas saiam da escola.

 

Terruel contou que o grupo agia há um bom tempo, especialmente no bairro do Bessa. “O GOE da Polícia Civil vem investigando, durante um tempo, diversas ações criminosas, especialmente roubos conhecidos como sequestros relâmpagos.

 

Esse grupo e outros indivíduos, que ainda estão sendo procurados, estavam, inclusive, programando um assalto a um supermercado no bairro da Torre hoje, e estavam aguardando o melhor momento para agir. Com eles, conseguimos apreender 3 revólveres, 1 pistola, 1 espingarda calibre 12 e ainda coletes. Eles haviam agindo há um bom tempo, principalmente no bairro do Bessa”.

 

Ainda na coletiva, o delegado deu detalhes das ações, relatando que os suspeitos abordavam as vítimas entrando no carro, faziam o sequestro e cometiam outros crimes no interior do veículo, além de trancá-las no porta-malas.

 

Os suspeitos responderão por roubo qualificado e organização criminosa.

 

 

 

Fonte: Portal Correio

 

 

 

Acompanhe mais notícias do Paraíba em Minuto nas redes sociais: Facebook e Instagram.
Entre em contato com a redação do Paraíba em Minuto: 

Telefone: (83) 98704-3401

WhatsApp: (83) 98704-3401

E-mail: redacaosantaritaverdade@gmail.com

 

Veja Também

PF reabre inquérito sobre facada em Bolsonaro e vai analisar celular do advogado de Adélio Bispo

O delegado Rodrigo Morais Fernandes vai analisar os dados bancários e o conteúdo do celular ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.