Home / POLICIAL / Menino era torturado com velas, fios e pedaços de madeira, diz Polícia Civil

Menino era torturado com velas, fios e pedaços de madeira, diz Polícia Civil

Além disso, a criança era acorrentada ao guarda-roupa para não sair e nem se alimentar.

A Polícia Civil confirmou que menino de 7 anos era torturado com velas, fios, cigarros e pedaço de madeira, em Boqueirão. O delegado Iasley Almeida disse que o menino era acorrentado ao guarda-roupa para não sair e nem se alimentar.

A mãe da criança e o padrasto são suspeitos de torturar a criança e foram presos na manhã desta quinta-feira (18), na casa de um parente, na cidade de Boqueirão.

A criança foi encontrada acorrentada e com sinais de desnutrição e maus-tratos, no dia 10 de julho.

Um laudo do Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol), confirmou que a criança sofreu torturas e os principais suspeitos são a mãe e o padrasto do menino que estavam foragidos.

O menino de 7 anos permanece internado no Hospital de Trauma de Campina Grande, com estado de saúde considerado estável. De acordo com o boletim médico divulgado nesta quinta-feira (18), a criança não tem previsão de alta hospitalar.

Paraíba em Minuto

Acompanhe mais notícias do Paraíba em Minuto nas redes sociais: Facebook e Instagram

Entre em contato com a redação do Paraíba em Minuto:

Telefone: (83) 98704-3401

WhatsApp: (83) 98704-3401

Sobre Paraíba em Minuto

Veja Também

RECHEIO ESPECIAL: Mulher tenta entrar em presídio de Guarabira com drogas escondidas em pimentões

A cena inusitada chamou atenção dos agentes. (Foto: reprodução) Uma visitante foi presa na manhã ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.