Home / BRASIL / Pai tira filho de protesto contra a Copa do Mundo em São Paulo

Pai tira filho de protesto contra a Copa do Mundo em São Paulo

‘Você vai ter o seu direito quando trabalhar e ganhar seu dinheiro’, disse. Filho afirmava que queria protestar para ter estudo.

 

Do G1 São Paulo

Pai tirou filho de protesto em São Paulo (Foto: Reprodução/TV Globo)
Pai tirou filho de protesto em São Paulo (Foto: Reprodução/TV Globo)

Um pai tirou o filho de um protesto contra a Copa do Mundo na manhã de quinta-feira (12) em São Paulo e afirmou que ele teria direitos quando trabalhasse. “Você vai ter o seu direito quando você trabalhar e ganhar seu dinheiro”, disse.

O jovem respondia afirmando que queria “estudo”. “Deixa eu protestar. Eu quero estudo”, afirmou filho. “Não me interessa. Você já tem. Eu pago sua escola”, disse.

A mãe acompanhava os fatos emocionada, ao lado. O pai puxou o garoto quando os manifestantes começaram a hostilizar. Os três saíram do local do protesto a pé.

Protesto
As manifestações começaram pela manhã. A polícia avançou sobre pessoas que tentavam fechar a Radial Leste ao lado da Estação Carrão do Metrô. Um jovem foi detido e recebeu spray nos olhos mesmo após estar dominado.

Depois o protesto migrou para o Tatuapé. Black blocks apareceram quando metroviários protestavam. Os manifestantes entraram em confronto com a PM

Em novo balanço nesta sexta-feira (13), a Polícia Militar informou que deteve para averiguação 46 pessoas no total. Segundo a corporação, eles tinham objetos cortantes, explosivos e desacataram policiais e agrediram pessoas.

Pelo menos quatro jornalistas ficaram feridos. A Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert) e a organização Anisita Internacional criticaram a ação policial e falaram em uso de força excessiva.

 

Sobre Hudson Almeida

Veja Também

Nova Pesquisa indica Bolsonaro com 26% dos votos e Ciro e Marina disputando 2º lugar; confira os numeros

O candidato do PT, Fernando Haddad, conta com 8,3%; à frente de Alvaro Dias (Podemos), ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.