Home / GERAL / Ministério da Saúde passou a exigir informações como CPF, cartão do SUS e número de mortos por Covid-19 despenca em São Paulo

Ministério da Saúde passou a exigir informações como CPF, cartão do SUS e número de mortos por Covid-19 despenca em São Paulo

Na terça, o número de mortes registradas em São Paulo chegou a 1.021. Nas últimas 24 horas, ele despencou para 281.

Com o objetivo de descobrir as falsas notificações de mortes de vítimas por Covid-19, o Ministério da Saúde passou a exigir informações como CPF, número do cartão nacional do SUS (CNS) e a nacionalidade de pacientes infectados pelo coronavírus.

Com isso, o registro de óbitos despencou no estado de São Paulo e afetou os dados de todo o país.

Na terça por exemplo, o número de mortes registradas em São Paulo chegou a 1.021. Nas últimas 24 horas, ele despencou para 281 com a novas exigências.

A Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo não gostou das novas exigências e enviou ofício nesta quarta (24) ao ministério questionando a decisão de mudança nos critérios de registro de mortes por Síndrome Respiratória Aguda Grave no sistema Sivep Gripe (Sistema de Informação de Vigilância da Gripe), onde estão incluídos os doentes com Covid-19.

A secretaria diz que não foi “comunicada previamente a respeito da atualização da ficha”. Diz ainda que recebeu relatos de cidades do estado que não conseguiram registrar todos os óbitos no sistema nacional e de instabilidade do próprio Sivep Gripe.

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, os municípios terão que preencher também informações sobre a vacinação dos pacientes.

Paraíba em Minuto

Acompanhe mais notícias do Paraíba em Minuto nas redes sociais: Facebook e Instagram

Entre em contato com a redação do Paraíba em Minuto:

Telefone: (83) 98704-340

Sobre Paraíba em Minuto

Veja Também

Governo Federal distribui 3,12 milhão de vacinas a partir de hoje

O Ministério da Saúde começa a distribuir a partir desta segunda-feira (10) mais um lote ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.